Últimas Notícias

18/05/2017

Os hábitos dos profissionais de sucesso

Por Alexandre Iwankio

divulgação

Ao longo de quase 10 anos atuando na formação e certificação de Black e Green Belts, através da metodologia Lean 6 Sigma, o diretor da Iwankio Consulting, Alexandre Iwankio, percebeu algumas variáveis que definem um profissional engajado, que traz resultados acima da média para a empresa. Confira a lista com os hábitos dos profissionais de sucesso, elaborada pelo especialista:

1-    Focam em resultados de negócios

Não se concentram nos seus esforços, e sim nos resultados gerados para o negócio.  Quantos projetos tiveram um impacto real, sustentável e positivo sobre o desempenho geral do negócio? Como você está ajudando a impulsionar o desempenho dos negócios e a tornar a vida de seus colegas mais fácil?

2-    Compreendem os propósitos do negócio

Os profissionais de sucesso desenvolvem a capacidade de descer para os detalhes de um determinado processo e entender seus meandros técnicos. Contudo, jamais perdem de vista a razão maior dos negócios, as metas estratégicas da companhia.

3-    Traduzem a mensagem para cada público

As organizações são compostas por diferentes tipos de públicos, com diferentes níveis de formação e experiência, papeis e responsabilidades distintos e interesses e propósitos específicos. Uma abordagem de comunicação uniforme e linear simplesmente não funciona. É preciso compreender o que vai importar mais para o seu público - colocando-se no lugar dele. Comunique-se assertivamente!

4-    Evitam excessos de termos técnicos e jargões

Comunique-se em português claro e objetivo, o que é suficiente para a maioria das coisas que você tem a dizer. Para conceitos mais complexos, metáforas e exemplos práticos ajudam a equipe a compreender os conceitos. A comunicação não é para fazer você parecer inteligente, é para fazer outras pessoas entenderem a mensagem.

5-    Ouvem as pessoas

Úteis para coletar informações, os ouvidos também podem ser usados para identificar possíveis resistências a uma proposta de solução. Ouça frequentemente aos parceiros, clientes e colaboradores. Isso o torna mais eficaz na identificação dos projetos e iniciativas que irão fornecer grande valor para a organização. Além disso, aumenta a probabilidade de que mudanças no processo serão aceitas e sustentadas pelos colaboradores e pela liderança.

6-    Pensam no impacto das mudanças do processo nas pessoas

Mudanças no processo têm impacto real sobre o emprego das pessoas. Elas terão de fazer ajustes em hábitos e habilidades que desenvolveram ao longo dos anos, e também precisam, em muitos casos, aprender uma maneira inteiramente nova de fazer algo. Considere o elemento humano e entenda como as mudanças de processo impactarão as pessoas que precisam realmente fazer o trabalho.

7-    Estão constantemente aprendendo

Entenda a importância de aprender e evoluir o seu conjunto de habilidades de forma contínua. Faça benchmarking, participe de conferencias, nunca pare de estudar, faça cursos, aprenda com os erros e acertos e não esqueça do networking, é importante compartilhar ideias com outros profissionais.

8-    Praticam coaching e mentoring

Embora possa parecer um trabalho difícil “ensinar as pessoas a pescar“, você vai colher belos frutos se parar de tentar apanhar os peixes sozinho e ensinar aos outros como chegar aos resultados desejados.

 

A metodologia Lean 6 Sigma é uma estratégia gerencial disciplinada e quantitativa, cujo principal objetivo é aumentar a lucratividade das empresas por meio da otimização de seus processos. Desenvolvida na Motorola em 1987, e disseminada amplamente pela GE com a divulgação de resultados financeiros – ganhos de 1,5 bilhão de dólares em 1999 – a estratégia pode ser aplicada em processos de produção, administrativos e serviços. “Conseguimos otimizar os resultados na produtividade, além de reduzir custos decorrentes de falhas, retrabalhos, atrasos e outros tipos de desperdícios, ou seja, os proventos são expressivos em todos os processos em que a empresa atua”, afirma o diretor. Algumas grandes companhias já divulgaram relatórios do Lean 6 Sigma, como: Tupy Fundições - Ganho anual de R$ 12,7 milhões com os projetos de 21 Black Belts e 30 Green Belts; Votorantim Cimentos - Ganho real anual de R$ 31,2 milhões com os primeiros 143 projetos concluídos e AGCO - Retorno financeiro de R$ 7 milhões entre 2004 e 2005.

 

 

Sobre a Iwankio Consulting:

 

Consultoria especializada na aplicação do Lean 6 Sigma, estratégia gerencial disciplinada e quantitativa, cujo principal objetivo é aumentar a lucratividade das empresas através da otimização de seus processos. A empresa atua também em treinamento para formação de gestores Champions, White, Yellow, Green e Black Belts, utilização do software estatístico Minitab e Ciclo PDCA para melhoria de processos. Todas as atividade da Iwankio Consulting tem como objetivo a otimização dos processos e o aumento da lucratividade das empresas. Entre os principais clientes, estão Rumo ALL, Alcast, Arotubi, Banco Real, Behr, Boticário, Colorfix, Contax, CST, Dataprom, DPA/Nestlé, Electrolux, GVT, Kraft Foods, Moinho Iguaçu, MWM International, Plastilit, Prati-Donaduzzi, Ritmo, Samarco, Stora Enso, Tupy, Vale e Villares Metals.