Últimas Notícias

18/05/2017

Terapia a laser de baixa potência combate afinamento capilar e reduz queda

Eficazes, aparelhos podem ser utilizados em casa com sessões de até 20 minutos

divulgação

O afinamento capilar é hoje uma das principais queixas de mulheres nos salões de beleza e consultórios dermatológicos. O problema afeta hoje grande parte da população brasileira, entre homens e mulheres, e geralmente se inicia a partir dos 40 anos de idade. Porém, algumas pessoas com predisposição genética podem apresentar o quadro muito antes disso, na adolescência ou até mesmo na infância.

Entre as principais causas da mudança da densidade capilar estão alguns tipos de química, alopecia androgenética (causas hormonais), idade avançada, além de outros agravantes.

Segundo a médica dermatologista Letícia Contin, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a terapia com lasers de baixa potência (LED) é uma boa opção de associação ao tratamento medicamentoso. “A função do LED é agir no metabolismo das células do bulbo capilar aumentando o tempo de crescimento de fios, promovendo aumento na espessura e melhoria na circulação sanguínea do local”, afirma.

O afinamento capilar, se não tratado desde o início, pode levar a rarefação dos cabelos e a calvície, em casos mais severos, por isso, um diagnóstico precoce do problema é importante: “Isso faz com que os fios não sejam tão afetados e a condição seja evitada”, reintera.

Entre os home devices mais eficazes no tratamento, podemos destacar o iGrow Laser, um capacete composto por 51 pontos de luz, sendo 21 de laser de diodo, que deve ser usado 3 vezes na semana, durante 20 minutos. A tiara HairMax Laserband 82 também é muito utilizada. São 82 pontos de laser de baixa intensidade que permitem sessões rápidas de 90 segundos. Ambos possuem estudos clínicos que comprovam a eficácia e segurança dos produtos.

A Onderma é distribuidora autorizada dos produtos Hairmax e iGrow.

 

www.onderma.com.br