Últimas Notícias

18/05/2017

Jaeger-LeCoultre celebra a beleza de fotografia

Há quase um século, a história de Jaeger-LeCoultre cruzou caminhos com a da fotografia

divulgação

Durante o período das duas guerras mundiais, a manufatura produziu uma câmera que permaneceria única em seu tipo: the Compass, a Bússola.

A aventura começou na Inglaterra com o inventor Noel Pemberton Billing que decidiu criar uma câmera de qualidade e sem precedentes com todas as possíveis funções e pequena o suficiente para caber dentro de um maço de cigarro.

Para desenvolver e produzir tal objeto, ele logo percebeu que precisaria da ajuda de um fabricante de relógios totalmente integrado, com extrema habilidade no campo de miniaturas e que estivesse preparado para aceitar um desafio. Em 1934, a Manufacture LeCoultre & Cie, que posteriormente se tornou a Jaeger-LeCoultre, ao lado de Noel Pemberton Billing deram inicio ao projeto.

Após três anos de desenvolvimento necessários para ajustar os 290 componentes da Compass, Bússola, a câmera foi lançada em uma série limitada de 4.000 peças, tornou-se a queridinha dos colecionadores desde 1937.

Prestando homenagem a esta herança, Jaeger-LeCoultre, irá revelar imagens contemporâneas exclusivas tiradas pela câmera na terceira edição da exposição "A arte por traz das câmeras", criada e produzida por Finch & Partners e que será realizada no Hotel du Cap (Antibes) no dia 19 de maio de 2017, durante o Festival de Cinema de Cannes e o Jantar dos Cineastas Charles Finch.

A série de fotografias da câmera Compass, inclui cenas das ruas de Nova Iorque, Paris, Xangai e Veneza em preto e branco. Além disso, terá uma seleção de fotografias tiradas por alguns dos fotógrafos de cenário mais bem sucedidos do mundo, dando uma oportunidade para celebrar a arte da fotografia e viajar de volta para a era dourada do cinema com diretores e atores icônicos.

Cada foto caracteriza o universo deste período com imagens que vão desde: Sophia Loren com Paul Newman no set de Lady L em 1965, Jean-Luc Godard e Brigitte Bardot discutindo a próxima cena no set de Le Mepris em 1963 e James Dean lendo seu roteiro para o filme Rebelde Sem Causa em 1955. Muitas das imagens são extremamente raras e algumas nunca foram exibidas antes.

Sobre a Jaeger-LeCoultre

Desde sua fundação em 1833, a Jaeger-LeCoultre encanta os apreciadores da Alta Relojoaria e de belos objetos. Herdeiros do espírito inventivo do fundador da Manufatura, Antoine LeCoultre, seus artesãos unem seus savoir-faire para criar coleções tão surpreendentes quanto sofisticadas: Reverso, Master, Rendez-Vous, Duomètre, Geophysic® e Atmos.

Seu rico patrimônio inspira incessantemente a Grande Maison. As coleções Hybris Mechanica® e Hybris Artistica® testemunham a paixão criativa que anima os homens e mulheres que trabalham sob seu teto.

Repleto de surpresas, o ano de 2016 será a ocasião ideal para a Jaeger-LeCoultre revelar o inesperado e lançar um novo olhar sobre o Reverso, que celebra 85 anos.

Única, a história de cada um dos relógios Jaeger-LeCoultre começa nos ateliês do Vallée de Joux, na Suíça, e ganha vida plenamente no pulso de quem o porta e se apropria dele.

www.jaeger-lecoultre.com